OBRIGADO PELA VISITA

OBRIGADO PELA VISITA

quinta-feira, 26 de julho de 2007

EVA PERÓN FALECEU 26/07/1952


María Eva Duarte de Perón, popularmente conhecida pelo hipocorístico Evita, (província de Buenos Aires, 7 de Maio de 1919Buenos Aires, 26 de Julho de 1952) foi uma atriz e líder política argentina. Tornou-se primeira-dama da Argentina quando o generalíssimo Juan Domingo Perón foi eleito presidente.
Ainda existem dúvidas sobre o local de nascimento de Eva, em seu registro de nascimento resulta que foi na cidade de Junín na província de Buenos Aires. Todavia, existem fortes indícios de que na realizada nasceu em uma estância, sessenta quilômetros ao sul de Junín, próximo ao povoado de Los Toldos (no município de General Viamonte). Com dezesseis anos, decide seguir a carreira artística e muda-se sozinha para a capital argentina. Em 1937 estréia no cinema no filme Segundos Afuera e, em seguida, é contratada para fazer radionovelas.
Em 1944 conhece Juan Domingo Perón, então vice-presidente da Argentina e ministro do Trabalho e da Guerra. No ano seguinte, Perón é preso por militares descontentes com sua política, voltada para a obtenção de benefícios para os trabalhadores. Evita, então apenas a atriz Eva Duarte, organiza comícios populares que forçam as autoridades a libertá-lo. Pouco depois se casa com Perón, que se elege presidente em 1946.
Famosa por sua elegância e seu carisma, Evita conquista para o peronismo o apoio da população pobre, na maioria migrantes de origem rural a quem ela chamava de "descamisados". Morreu aos 33 anos, de câncer uterino. Embalsamado, seu corpo fica exposto à visitação pública até que, durante o golpe de Estado que derruba Perón em 1955, seu cadáver foi roubado e enterrado em Milão, Itália. Dezesseis anos mais tarde, em 1971, o corpo foi exumado e transladado para a Espanha. Alí foi entregue ao ex-presidente Perón, que vivia exilado em Madri. Após a morte dele, o corpo regressou a Argentina onde foi exposto novamente por um breve período. Foi então enterrada novamente na abóbada da família Duarte no cemitério de la Recoleta, na cidade de Buenos Aires.

3 comentários:

Anónimo disse...

Eva Peron, mais conhecida por Evita Peron, amada por uns,odiada por outros, como sempre acontece a quem vem de baixo e se impõe perante os ditos mais fortes e poderosos. Foi uma grande Mulher que sempre lutou pelos mais fracos e pobres do seu país.
Bom documentario no aniversario da sua morte Manuel. Parabens.
Kika

Anónimo disse...

Don't cry for me Argentina, um classico mundial da Evita Peron, que quanto a mim diz tudo sobre ela. Uma guerreira contra os poderosos e ricos da sua amada P�tria.
Parabens Manuel por aqui recordades uma mulher do povo que foi rainha do seu proprio povo.
Um beijinho, N�n�.

Alev disse...

É DE MULHERES ASSIM QUE O MUNDO PRECISA!
UMA GRANDE MULHER SEM SOMBRA DE DUVIDAS!!!!