OBRIGADO PELA VISITA

OBRIGADO PELA VISITA

domingo, 16 de setembro de 2007

AS MINHAS ORIGENS





Torres Novas é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, região Centro e subregião do Médio Tejo, com cerca de 14 900 habitantes (17 000 no perímetro urbano). Pertencia ainda à antiga província do Ribatejo, hoje porém sem qualquer significado político-administrativo.
É sede de um
município com 269,50 km2 de área e 36 908 habitantes (2001), subdividido em 17 freguesias. O município é limitado a noroeste pelo município de Ourém, a leste por Tomar, Vila Nova da Barquinha e Entroncamento, a sueste pela Golegã, a sul por Santarém e a oeste por Alcanena.
O concelho de Torres Novas data do princípio da nacionalidade. Foi conquistado aos mouros por
Dom Afonso Henriques em 1148 tendo, depois, a sua sede recebido foral em 1190, por Dom Sancho I. Este foral foi confirmado mais tarde por outros reis portugueses. Além destes forais, o concelho regia-se também pelos documentos denominados "Foros de Torres Novas", reguladores do seu direito consuetudinário, documentos estes considerados de grande importância para o estudo do municipalismo no nosso país. Até à conquista definitiva pelos cristãos, tanto o castelo como a povoação foram sucessivamente destruídos e reconstruídos. Em Torres Novas realizaram-se duas importantes cortes: a de 1438, reunídas após a morte de Dom Duarte, e as de 1535, em que se assinou o contrato de casamento da Infanta Dona Isabel com Carlos V. Sobre a antiguidade de Torres Novas, apenas se poderá dizer que remonta à denominação romana, pois foram descobertas as ruínas de uma cidade romana, a "Vila Cardilium".

1 comentário:

Anónimo disse...

Torres Novas cidade linda e histórica, a cidade Natal do meu marido, cunhado e familia materna e paterna deles. è uma pena a parte antiga da cidade estar em completo abandono, andei por lá e nao há habitantes naquela zona da cidade. Os autarcas têm o dever de perservar a história das suas cidades, vilas ou aldeias.
Nanda